(41) 3093-9397 (11) 2844-1889 (41) 98780-0910 (41) 98780-0910

Notícias

 
11/12/2017

25 Coisas que você não sabia sobre a Alemanha

1. Há mais de 150 castelos na Alemanha e um dos mais famosos é o Neuschwanstein na Baviera, o qual inspirou o castelo da Cinderela da Disney.

2. Alemães preferem gatos a cachorros como animais de estimação ( 8.4 milhões de gatos vs 5.4 milhões de cães). Cachorros devem ser registrados na prefeitura, paga um imposto anual e se ele causar algum problema (sujeira, morda alguém) você paga multa ou é indiciado como se VOCÊ tivesse causado as lesões!

3. Reciclagem na Alemanha é muito importante! Tudo é separadinho bonitinho e se você não o fizer, os lixeiros podem se recusar a recolher o seu lixo e você levará uma bela duma multa. E existem subcategorias como: vidro verde, vidro transparente, vidro marrom…Uma vez levei um xingão porque joguei uma garrafa no lixo errado!

4. Você pode retornar as garrafas plásticas, de vidro e latas em uma máquina no mercado chamada Pfandautomat e ganhar um ticket com alguns centavos que valem desconto nas suas compras (na realidade você já pagou por este recipiente na hora da compra e agora está recebendo novamente por ter devolvido). Mas conheço algumas pessoas que catam esses negócios ai nas festas e na rua pra ganhar uns pila.  Alguns alemães não gostam desse sistema, porque às vezes a máquina dá pau, acusa que a garrafa está meio destruída, aí devolve, aí você põe de novo, a máquina aceita…ou não. T-T Sem falar que todo esse bug cria uma fila gigante no mercado. Aliás, esse desconto na verdade é seu dinheiro devolvido, pois você paga todo recipiente (lata, garrafa…) no ato da compra. Então se não devolver, perde dinheiro. Mas também há a possibilidade de você sair catando garrafa por aí e garantir o pão de todo dia.

5. Os carrinhos do mercado possuem um sistema de devolução.Você só utiliza o carrinho se colocar uma moeda de um euro no local indicado. Ela só será liberada quando você devolver o carrinho aonde pegou.

6. Não existe troco em bala! Se é um centavo, eles te dão uma moeda (como deveria ser no Brasil)

7. Os atendentes do caixa em mercado são muito rápidos, não é igual ao conhecidos Infernoramas de Curitiba não (passa mais de meia hora na fila)! E se você se atrapalhar para guardar suas coisas, tem que ir para trás do balcão para não atrasar a galera.

8. Ah, e não tem sacolinha plástica dando sopa em alguns mercados, você paga por uma ou leva tudo na mão, na mochila ou compra aquelas sacolas maiores de tecido.

9. Cerveja é considerada comida na Bavária (porque você toma algumas, principalmente se for de trigo, e já fica cheia). Tem até um ritual para tomar cerveja, assista no vídeo!

10. Em 1516 foi criada a Reinheisgebot, a lei de pureza da cerveja alemã, na qual diz que somente água, cevada e lúpulo podem ser usadas na fabricação da cerveja. Nada de ser safado e acrescentar milho na mistura….Algumas empresas menores e artesanais aqui do Brasil também seguem esse princípio, como a Prost Bier,  Bamberg, Bierbaum e Opa Bier.

11. Para pedir uma cerveja em um bar sem falar nada, basta levantar o polegar direito e se quiser duas, levante o indicador  (sim, como foi destacado no filme Bastardos Inglórios de Quentin Tarantino).

12. Há mais de 300 tipos de pão na Alemanha e um melhor que o outro! O meu preferido é pão preto (tinha um nome específico mas eu não lembro) e só dá pra comer uma fatia por vez, pois se não fica impossível para mastigar. Uma vez peguei uma fatia desse pão e comi com uma fatia de peixe com maionese que vinha num potinho (era industrializado e comprei no mercado). Estranha escolha para um café da manhã e surpreendentemente bom.

13. As geléias são muito gostosas e as coisas feitas com leite são melhores ainda. Até hoje sonho com um iogurte que comi lá. Também pagava barato em chocolates Milka e Nutella (comprei um pote de 800g e trouxe pra casa, meu xodó).

14. Vários museus da Alemanha são interativos: você pode abrir gavetas, entrar nos carros, “brincar” com as máquinas, ouvir os sons dos motores como no MUSEU DA PORSCHE EM STUTTGART

15. 65% da Autobahn não tem limite de velocidade! O restante é composto por construções, bifurcações, trevos… Se o seu carro é bom, revisão foi feita e tá tudo certinho, pode acelerar! Se não estiver seguro, fique na faixa da direita para que a galera não precise diminuir a velocidade e buzinar.

16. A maioria dos táxis na Alemanha são Mercedes.

17. Berlin é quase nove vezes maior que Paris, tem mais de 3,502 milhões de habitantes e possui a maior estação de trem da Europa, a Berlin Hauptbahnhof.

18. Papel higiênico é de boa qualidade (aqueles que se desfazem na mão nem existem lá) e deve ser jogado dentro do vaso depois de usado (nada de por no lixinho).

19. A maioria das casas não tem um ralo geral no banheiro, o que dificulta a limpeza, principalmente se você espalha água para tudo quanto é lado durante o banho.

20. Os sapatos são deixados logo na entrada da casa. Dentro só é permitido andar de pantufa! Principalmente quando é inverno, quando a neve gruda no sapato e depois derrete, deixando uma bela poça de água.

21. Se você fizer o sinal de saudação nazista na Alemanha poderá pegar 3 anos de prisão. E se negar o que o Holocausto aconteceu também.

22. Algumas crianças de família luterana/protestante ganham um Adventskalender, uma caixinha de papel decorada com um calendário, no qual cada dia tem uma portinha. Dentro da portinha tem chocolates (ou outras coisas, como doces)!! Ou seja: você come um por dia até chegar o Natal! Contagem regressiva que não deu certo pra mim, ganhei de presente e comi quase tudo num dia haueahe

23. Existe um templo chamado Walhalla e fica na região de Regensburg, construído no início do século 19 por Ludwig I na Bavária. A Valhalla é o “céu” da mitologia nórdica, são grandes salões de Odin com cerveja e comida e somente os guerreiros que morreram em batalha entram aí. A Alemanha teve muita influência da mitologia escandinava e da anglo saxônica.

24. O maior museu da tortura na Europa fica em Rothenburg ob der Tauber.

25. Durante o verão, os alemães ficam sempre fora de casa, lagarteando (tomando sol) próximos a rios e lagos, durante e no final de semana. Levam umas cadeiras, um lanchinho e assim passam a tarde.

 

Compartilhe:

voltar

Compartilhe no WhatsApp