(41) 3093-9397 (11) 2844-1889 (41) 98780-0910 (41) 98780-0910

Notícias

 
11/09/2018

Alemanha promete € 1 milhão para reconstrução do Museu Nacional

Fonte: DW -Acesso em 10-09-18

Após o incêndio que devastou o Museu Nacional no Rio de Janeiro, a Alemanha foi um dos países e organizações que se prontificaram ajudar na reconstrução do edifício na Quinta da Boa Vista.

Nesta quinta-feira (06/09), o Ministério alemão do Exterior informou que coordenará esforços nacionais para fornecer apoio à limpeza e recuperação do Museu Nacional no Rio de Janeiro, prometendo o envio imediato de uma verba emergencial no valor de até 1 milhão de euros.

A secretária de Cultura do Ministério do Exterior alemão, Michelle Müntefering, se reunirá com autoridades do governo, estados e da sociedade civil para discutir a ajuda emergencial.

Segundo Müntefering, especialistas alemães participarão de uma missão da Unesco no Museu Nacional no Rio, na tentativa de recuperar itens que podem ter sido poupados pelas chamas.

Colônia, cidade-irmã do Rio, também demonstrou solidariedade. A prefeita Henriette Reker disse que oferecerá o trabalho de arquivistas que poderão prestar assistência e consultoria.

“Após o colapso do Arquivo Histórico de Colônia em 2009, podemos compreender o que essa perda significa para o Rio de Janeiro, o Brasil e a para memória de toda a população”, afirmou.

O Museu Nacional abrigava 20 milhões de peças e documentos. Um levantamento preliminar indica que a maior parte foi incinerada. Autoridades do museu afirmam que ainda não foi possível avaliar as dimensões das perdas do acervo do museu, uma vez que os bombeiros ainda trabalham no local.

“Bombeiros encontraram fragmentos de ossos numa sala onde o museu guardava diversos itens, incluindo crânios”, disse a vice-diretora do museu Cristiana Serejo. “Ainda temos que coletá-los e leva-los ao laboratório para saber exatamente o que são.”

Até agora não foi possível determinar as causas do incêndio. “Todos os esforços da Polícia Federal estão voltados para lá”, afirmou o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Por enquanto, circulam na imprensa algumas hipóteses sobre o que teria iniciado as chamas, como a de um curto circuito ou a de que um balão teria caído sobre o edifício.

Compartilhe:

voltar

Compartilhe no WhatsApp