(41) 3093-9397 (11) 2844-1889 (41) 98780-0910 (41) 98780-0910

Notícias

 
09/05/2018

As principais raças alemãs de cães

rottweiler

Cachorros são muito populares entre os alemães e costumam poder acompanhar o dono por toda parte. Veja as raças alemãs mais queridas no país.

 

 

 

 

 

 

 

Pastor-alemão


Em primeiro lugar no ranking do Kennel Club Alemão está a raça pastor-alemão (Deutscher Schäferhund ). Ela se desenvolveu a partir de cães de pastoreio. O pastor-alemão é um cão de grande porte, muito inteligente e forte. Ele é muito leal à família, mas também um excelente cão policial, de guarda e como guia para cegos.

Dachshund ou teckel


Pelo tamanho, o Dachshund ou teckel (Dackel) é classificado em standard, miniatura e “kaninchen”. Como já diz o nome (Dachs = texugo), é um caçador de toca. O olfato apurado e o tamanho o tornam ágil para afugentar as presas nas tocas. A raça já é conhecida desde a Idade Média. Apesar de ter sido criado para a caça, é amigável por natureza, inteligente, companheiro e muito afetuoso.

Hovawart

Hovawart
O nome desta antiga raça de trabalho vem do alemão medieval: Hova = pátio e Wart = guarda, portanto, guarda do pátio. É um animal muito atento e companheiro. Seu pelo e a constituição física frequentemente o levam a ser confundido com o golden retriever.

Schnauzer miniatura


O schnauzer miniatura (Zwergschnauzer) é uma raça originária da região de Württemberg e o nome vem da palavra alemã Schnauze, que significa focinho. Antigamente era usado no sul da Alemanha na proteção de estábulos. Suas características são os pelos espessos e longos em volta do focinho e dos olhos.

Münsterländer


Natural da região em volta da cidade alemã de Münster, o Münsterländer é um cão inteligente e espirituoso, muito atento e obediente. Hoje, esta raça é encontrada especialmente na França, na Suécia e na Noruega, onde os cães são usados principalmente para a caça na floresta.

Weimeraner


Ele surgiu na corte do grão-duque Karl August de Saxe-Weimar-Eisenach, em Weimar, no leste da Alemanha, no início do século 19. Há duas classificações: pelo curto e longo. O Weimaraner é um cachorro versátil e carinhoso, usado especialmente na caça, devido ao ótimo olfato. Ele também pode ser adestrado para uso em terapias.

Dogue alemão


O dogue alemão (Deutsche Dogge) é calmo, dócil quando em família, mas reservado com estranhos. Sua história pode ser rastreada até o século 16. Naquele tempo, foram trazidos do Reino Unido à Alemanha cães fortes e de pernas longas, resultantes do cruzamento entre Mastiff inglês e Wolfhound irlandês. É um dos maiores cães do mundo. Um exemplar famoso é o personagem de desenho animado Scooby-Doo.

Boxer


O boxer (Deutscher Boxer) é descendente direto do brabant bullenbeisser. No passado, a tarefa dele era ajudar os caçadores segurando a presa. O cachorro desta raça é sociável, corajoso e leal, ao longo da história desempenhou funções como cão militar, de guarda, para detectar drogas e doenças e até mesmo no resgate de pessoas.

Deutsche Pinscher


Desde o início da criação da raça na Alemanha há 100 anos, o Pinscher quase não mudou. Já desde o século 19 se discute se Pinscher e Schnauzer descendem de Terriers ingleses ou vice-versa. Os cães Pinscher eram criados para acabar com ratos e camundongos. No final do século 19, se tornaram comuns tanto em estábulos como no acompanhamento de carruagens, para abrir caminho.

Braco alemão de pelo curto


A história desta raça (Deutsch Kurzhaar) começa entre os séculos 15 e 17, com os cães de caça de aves na região do Mediterrâneo. Mais tarde, adeptos da caça esportiva na Alemanha cruzaram estes bracos com pointer e foxhound ingleses. Este cão de raça nobre e elegante tem resistência, força física e velocidade, mas ao mesmo tempo é dócil, obediente e ótimo amigo da família.

Rottweiler


Esta é uma raça que remonta aos cães de guarda e pastoreio trazidos pelas legiões romanas aos territórios ocupados ao norte dos Alpes. Em Rottweil, na Alemanha, que no século 19 era centro de comércio de gado, ocorreu a miscigenação com cães da região. Em 1910, ele foi reconhecido na Alemanha como cão para uso policial e militar. Mas ele também é um cão de companhia, que serve à família.

Dobermann


Esta raça foi criada no século 19 em Apolda, perto de Weimar, por Friedrich Louis Dobermann. O cobrador de impostos queria uma raça especial par sua proteção pessoal. E, mesclando exemplares de diferentes raças, acabou conseguindo o que buscava, um animal para impor respeito: o Dobermann.

Fonte: DW

Compartilhe:

voltar

Compartilhe no WhatsApp