(41) 3093-9397 (11) 2844-1889 (41) 98780-0910 (41) 98780-0910

Notícias

 
02/04/2019

“Importante sinal para as empresas de ofícios manuais”

“Importante sinal para as empresas de ofícios manuais”

Fonte: www.deutschland.de – Acessado em: 02-04-2019

Seja construção civil ou panificação – nos ofícios manuais falta mão de obra especializada. A planejada lei de imigração poderá ajudar? Isso é o que diz o presidente da Confederação dos Ofícios Manuais.

O gabinete ministerial alemão aprovou o projeto de uma lei de imigração de mão de obra qualificada. Sobre isso, conversamos com Hans Peter Wollseifer. Ele é presidente da Confederação Alemã dos Ofícios Manuais (ZDH).

Sr. Wollseifer, quanta mão de obra está faltando nos ofícios manuais alemães e em que setores a escassez é especialmente grande?
Segundo a estatística da Agência Federal do Trabalho, era de 150.000 o número de empregos vagos nos ofícios manuais, no final de 2017. Provavelmente, o número de vagas é muito maior, por volta de 250.000, pois nem todas as empresas notificam as suas vagas à Agência do Trabalho. Os mais atingidos pela escassez da mão de obra são os setores da construção civil, por exemplo na instalação sanitária, aquecimento e climatização; além disso, na área de gêneros alimentícios, faltam açougueiros e padeiros.

Do ponto de vista dos ofícios manuais, quais os pontos do projeto de lei para imigração de profissionais qualificados são bem-vindos?
A imigração de mão de obra profissionalmente qualificada será muito facilitada – por exemplo, através da abolição do exame de prioridade (verificação se existe candidato apropriado da Alemanha ou da UE para a vaga a ser preenchida; nota da redação) e o fim da limitação às profissões com escassez de mão de obra.

Além disso, terão um papel importante os acordos bilaterais de mediação, sugeridos pelos ofícios manuais, a fim de atrair objetivamente a mão de obra estrangeira qualificada. A fim de travar conhecimento pessoal com os potenciais empregados estrangeiros, é importante facilitar aos migrantes a busca de formação profissional ou de emprego na Alemanha.

São adequadas as exigências aos profissionais qualificados estrangeiros?
O projeto de lei estabelece um equilíbrio entre as exigências do mercado de trabalho e as legítimas considerações da política interna e de asilo. Do ponto de vista dos ofícios manuais, contudo, tememos que tanto a comprovação de recursos financeiros suficientes para o sustento próprio, como também os exigidos conhecimentos da língua alemã, representem um grande obstáculo para os imigrantes profissionalmente qualificados.

Entrevista: Christina Rath

Compartilhe:

voltar

Compartilhe no WhatsApp